Está proibido usar fogo para limpeza e manejo de áreas no Maranhão. A intenção é evitar queimadas na região da Amazônia Legal, grupo do qual o estado faz parte.

A proibição foi anunciada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), na noite de ontem, nas redes sociais, após reunião com o Corpo de Bombeiros, Exército Brasileiro e integrantes da Sala de Situação, que monitora a ocorrência de queimadas no estado.

A proibição foi editada em um decreto que deve ser publicado no Diário Oficial do Estado. No texto, está determinado que até o dia 30 de novembro está proibido o uso de fogo para preservação do meio ambiente nas terras maranhenses.

O decreto traz regra para manejo do fogo, caso haja necessidade de uso no período, que deve ser requerida à Sema (Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais) e ao Corpo de Bombeiros. O manejo deverá apresentar um plano para que não haja risco de descontrole do fogo.