Manifestantes realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (23), contra a soltura de Victor Yan Barros de Araújo, de 25 anos, envolvido no acidente de trânsito que ocasionou na morte de cinco pessoas no dia 8 de setembro na Avenida Carlos Cunha, no bairro Jaracaty.

Marcos Durans, pai de uma das vítimas, estava no protesto e afirmou que estava revoltado com a decisão tomada. “A gente quer chamar atenção da sociedade para que não deixe que essa injustiça perdure porque um rapaz desse não era para ser solto. Ele deveria esperar o julgamento preso. Eu não vou me calar, meu filho foi morto de uma forma trágica”, contou Marcos

Por volta de 06h10 a polícia já estava no local e durante o protesto os manifestantes utilizaram cartazes na Avenida Carlos Cunha. O ato não impediu o trânsito de veículos e foi feito de forma pacífica.

Relembre o caso

Em 8 de setembro, o carro que era guiado por Victor Yan Barros de Araújo se envolveu em um acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís. De acordo com a polícia, o veículo colidiu após ele ter perdido o controle e capotado em uma área residencial do bairro.

Testemunhas contestaram a versão e afirmam que Victor dirigia em alta velocidade e estaria alcoolizado. Cinco pessoas morreram por conta do acidente. Dentre os mortos, duas estavam no carro que era guiado por Victor Yan. As outras três vítimas estavam em uma festa de aniversário que estava sendo realizada na área residencial do bairro Jaracaty.