Na cidade de São João do Paraíso, à reeleição do atual prefeito Beto Regis (PCdoB), está ameaçada pelo fortalecimento da oposição.

A grande rejeição de Beto Regis acompanhada pelo não cumprimento da maior parte das promessas de campanha tem contribuído para isso.

O atual prefeito de São João do Paraíso foi eleito com 63,97% com uma vantagem de quase 30 % em relação ao seu adversário. Porém os votos de Beto na época, foram votos de protesto, por uma população que acreditava em uma grande mudança.

Já no fim do seu mandato, e com boa parte das promessas não cumpridas e diversos escândalos envolvendo sua gestão, como a de funcionários fantasmas, falta de infraestrutura nas ruas e alagamentos, pode mudar o cenário para às eleições em 2020.

O crescimento da oposição devido ao descrédito do atual governo é uma das grandes ameaças que assombra a sua reeleição. No município surgiu quatro novos nomes, todos jovens e pregando uma verdadeira mudança.

Entre eles está o do jovem advogado Thiago Aguiar, que conta com apoio de diversas lideranças políticas no município e até mesmo com apoio de um deputado federal na Câmara, ele tem liderado as últimas enquetes realizada nas redes sociais no município.

Em segundo e terceiro lugar, vem o jovem Renan Castro e Juvenal Marinho. Renan conta com apoio de um deputado estadual e vem aparado com apoio dos evangélicos, que fizeram a diferença na última campanha de Beto Regis, ambos contam com apoio da juventude, que promete fazer a diferença em 2020.

A que tudo indica que Beto Regis deve sofrer uma derrota, caso a atual oposição se una para disputar as eleições, já que até o presente momento essa possibilidade ainda não foi descartada.