O vereador e presidente da Câmara de Alto Parnaíba (MA), Duka Guimarães, se tornou alvo de uma investigação do Ministério Público do Maranhão, após alugar uma caminhonete por 12 meses pagando o valor de R$ 144 mil.

A investigação é conduzida pelo promotor, Tiago Carvalho Rohrr. “Chegou ao conhecimento desta Promotoria informações dando conta de suposta irregularidade na contratação de veículo da Câmara de Vereadores, notadamente pelo valor exorbitante, a saber, R$ 144.000,00” diz um dos trechos do documento obtido pela nossa reportagem.

O contrato foi realizando entre a Câmara Municipal de Alto Parnaíba e a empresa A. F. Fialho.

O veículo já foi flagrado sendo usado pelo presidente em farras com mulheres e bebidas.