O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), tem demonstrado cada vez mais o seu interesse em concorrer à Presidência da República em 2022. Dino expressou desejo em ser candidato em uma conferência estadual extraordinária de seu partido, desde então o governador do Maranhão tem se articulado cada vez mais em seu projeto.

Na manhã desta terça-feira (26), Dino esteve reunido em Brasília com os
os ex-candidatos à Presidência Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (PSOL), além de Sônia Guajajara e Ricardo Coutinho ex-governador da Paraíba, para discutir estratégias de oposição ao governo.

Na reunião os líderes discutiram o fortalecimento de um bloco de oposição ao governo de Jair Bolsonaro e afirmaram que a intenção é ampliar esse bloco.

Guilherme Boulos e Fernando Haddad, reunidos com Sônia Guajajara (à direita), Flávio Dino e Ricardo Coutinho (à esquerda) Foto: Reprodução / Twitter/Scarlett Rocha

Na ocasião lançaram um manifesto condenando a iniciativa do presidente de “comemorar” o aniversário do golpe militar de 1964, no próximo dia 31.

Abaixo o inteiro teor do documento: