Está sendo investigado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP), um aparelho de celular escondido na cela onde está preso Victor Yan Barros de Araújo, 25 anos, responsável pelo acidente que vitimou cinco pessoas no bairro Jaracaty, em São Luís.

No aparelho também foram encontradas mensagens entre Victor e a namorada dele. A defesa dele afirmou que o celular usado por seu cliente era do companheiro de cela.

Após o caso, o diretor-geral da penitenciária decidiu proibir a visita de ‘Juliana Oliveira Borges’ pelo período de um ano. Na decisão, ele afirma que a suspensão foi dada pelo ato de indisciplina, com comprometimento à ordem e à segurança do presídio.

Relembre o caso

Em 8 de setembro, o carro que era guiado por Victor Yan Barros de Araújo se envolveu em um acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís. De acordo com a polícia, o veículo colidiu após ele ter perdido o controle e capotado em uma área residencial do bairro.

Testemunhas contestaram a versão e afirmam que Victor dirigia em alta velocidade. Cinco pessoas morreram por conta do acidente. Dentre os mortos, duas estavam no carro que era guiado por Victor Yan. As outras três vítimas estavam em uma festa de aniversário que estava sendo realizada na área residencial do bairro Jaracaty.