Mesmo após enviar ajuda humanitária com apoio do Corpo de Bombeiros do Maranhão ao estado da Bahia que sofre com as enchentes nos últimos dias. O governador Flávio Dino ainda não esteve no município de Imperatriz, que sofre com a cheia do Rio Tocantins e com quase 100 famílias desabrigadas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA), nesta quinta-feira (30) subiu para 75 o número de famílias que estão desabrigadas.

Dino usou as redes sociais apenas para informar o apoio do Corpo de Bombeiros que tem dado suporte em Imperatriz. Por outro lado ele criticou o presidente Bolsonaro por andar de jetski e por sua ausência no estado da Bahia durante as enchentes.

Apesar da previsão de mais chuvas e consequentemente o aumento no nível do Rio Tocantins, podendo ultrapassar a marca de 100 famílias desabrigadas. Flávio Dino ainda não foi até Imperatriz e até momento não há previsão para que isso aconteça.