Após o grande sucesso da última temporada em São Luís, as personagens Dijé e Clarisse Milhomem, preparam as malas para embarcar em uma nova viagem. São Paulo (SP) é a próxima parada e a partir do dia 19 de março, o “Pão com Ovo”, escrita e encenada por Adeílson Santos e César Boaes, com direção geral de César Boaes, tem a sua grande estreia no Teatro Ruth Escobar, com a realização do Santa Ignorância e Grupo Oito.

A turnê, que segue em cartaz até o dia 19 de junho, tem o patrocínio cultural da empresa maranhense Potiguar, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e do Governo Federal. Os atores Andrey Monteiro, Paulo Roberto e Alysson Lima, participam do espetáculo como convidados especiais e as apresentações serão realizadas sempre às sextas-feiras e sábados, às 21h e aos domingos, às 19h30.

Segundo César Boaes, retornar ao estado de São Paulo é muito gratificante e importante para a história do “Pão com Ovo”. “Estreamos no Maranhão há 10 anos e tivemos a felicidade em lotar por diversas vezes os teatros da nossa casa, assim como em outros teatros pelo Brasil afora. São Paulo, cidade que nunca para e lugar onde tudo acontece. Fazer o espetáculo na capital paulista, em um momento tão delicado que toda classe artística enfrentou por conta da pandemia causada pelo coronavírus é muito especial pra gente. É uma forma também, de nós, como artistas, não desistirmos do nosso ofício. Sempre digo que receber apoios de empresas e órgãos importantes nessa atual fase, só reforça a necessidade e valorização da cultura, mostrando ainda a importância do humor maranhense que agora é possível ser assistido nos palcos da vida”, conta o ator e diretor.

Para Adeílson Santos, dois instrumentos representam muito bem o sucesso da comédia pelo Maranhão afora: a música e a dança. “A nossa vida é movida sempre pela música. O teatro respira a dança, a poesia e claro, a música. Envolvendo uma cena e outra temos uma trilha musical seguindo a atualidade para entreter muito mais os espectadores com uma linguagem direta e simples, mas sem apelações fáceis ou linguagem chula. Inclusive é válido destacar uma homenagem que apresentamos à cantora Alcione Marrom. Ela que é nossa madrinha e grande representante da música popular brasileira não poderia ficar de fora. E fazemos questão em apresentar aos paulistas e maranhenses que moram na região, cenas épicas e divertidas para relembrarmos da Marrom”, conta o humorista.

Sucesso em outras cidades

 O espetáculo já cumpriu temporada em Brasília, Salvador, Portugal, quatro temporadas no Rio de Janeiro, além de apresentações em São Paulo, para onde volta no dia 19 de março, sábado, às 21h, no teatro Ruth Escobar- Sala Dinah Sfat. Diversão na certa!