A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) afastou nesta sexta-feira (13) o Coronel da Polícia Militar Marco Antônio Terra. Ele é investigado após uma denúncia de que teria liberado o próprio filho de uma blitz na Avenida dos Holandeses, em São Luís.

O filho do Coronel teria saído da barreira policial conduzindo uma viatura da própria PM, que estava sem o adesivo da corporação.

Por meio de nota oficial, a Polícia Militar informou “que determinou a imediata abertura de procedimento administrativo para apuração dos fatos e adoção das providências legais e administrativas cabíveis”.

O CASO

O filho do coronel, de 23 anos, que não teve a sua identidade revelada, estava dirigindo uma caminhonete quando foi abordado pelos policiais em uma blitz de rotina na Avenida dos Holandeses, no bairro Ponta d’Areia, na capital. Ao apresentar os documentos, os policiais descobriram que o filho do coronel não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, os policiais que faziam a blitz descobriram que o veículo que ele dirigia pertencia a própria Polícia Militar, pois o adesivo que deveria estar colado no carro havia sido arrancado.

Os policiais militares já estavam prontos para encaminhar o filho do coronel para a delegacia para que ele se explicasse quando ele ligou para o pai e foi liberado. O jovem ainda saiu dirigindo o carro da PM que estava descaracterizado.