A manifestação de fé dos fiéis começa na cidade de São João do Paraíso (Ma), a 142km de Imperatriz e a 60km da Serra da Cinta que fica no município de Sítio Novo (MA). Por volta das 3h da tarde da segunda sexta-feira do mês de Agosto os fiéis participam da missa que abre a programação anual e marca o início da peregrinação. Após a benção final é hora de colocar o pé na estrada, a maioria adultos, homens e mulheres de várias cidades do Maranhão de vários estados brasileiros, gente que decidiu enfrentar a viajem para fazer promessas ou agradecer por alguma benção recebida. A viajem é sempre marcada por grande emoção, muitos relatos de pessoas que obtiveram seus milagres alcançados.

A gestão pública municipal fornece uma ambulância e uma equipe médica para acompanhar o percurso dando suporte aos romeiros, assim como também uma camionete para ajudar levar os pertences dos fiéis e prestar socorro a alguns que não conseguem percorrer todo o trajeto. 

Quando cai a noite o cuidado é redobrado a estrada é deserta, o padre recomenda que o grupo nunca se disperce, lanternas ajudam a iluminar a escuridão. Durante a noite quando bate o cansaço os fiéis fazem uma parada, o lanche alimenta o corpo, enquanto a experiência de fé alimenta o espírito, um grupo de tropeiros também fazem todos os anos o percurso no lombo de suas mulas, devotos da Santa eles cavalgam uma noite inteira e relatam que a fé que os move e faz com que essa jornada seja muito prazerosa. Sábado quando o sol rompe a escuridão da madrugada alguns dos fiéis ainda estão no Vão do Marco lugarejo a 7km para terminar o percurso e eles seguem firmes.

Conta a história que um grupo de vaqueiros que tocavam gados na região e quando passavam pela serra ouviram um choro de uma criança, eles teriam procurado bastante o bebê mas não encontraram, o gesto de bondade dos vaqueiros foi recompensado quando um deles olhou para o alto da serra e avistou a imagem de nossa senhora, lugar que a partir daí tornou-se para eles sagrado.

E é neste lugar sagrado que os fiéis que passaram a noite caminhando chegam pela manhã o tempo de descanso desses romeiros é muito pequeno durante a programação, mas a estrutura montada para acolher a todos garante banheiros, cozinha, lanchonetes, há também espaços para dormirem em pequenos chalés, que são reservados com bastante antecedência com o Padre Brandão que é o responsável por toda a organização do local, e toda equipe que fazem parte da paróquia de São João Batista na cidade de São João do Paraíso, há também espaço para dormirem em redes que são armadas ali mesmo no espaço, onde tem bastante árvores, isso já se tornou uma tradição para muitos, passar uma noite fria na Serra da Santa como é chamada por toda a população, os casais não podem dormir na mesma rede, é proibido, tudo que é arrecadado é destinado ao projeto do santuário.

A programação do festejo da serra da cinta, acontece desde 2008, todos os anos de 09 a 15 de Agosto, em uma região longe de tudo, onde não pega sinal de celular nem internet, mas para eles isso não importa pela fé estão conectados a Deus.