Demitido de surpresa em janeiro da Secretaria-Executiva do Ministério das Cidades, segundo posto mais importante da pasta, o ex-deputado Hildo Rocha, do MDB, está de volta ao ministério comandado por Jader Filho.

Uma edição extra do Diário Oficial da União nesta sexta-feira (9/2) trouxe a nomeação de Rocha como assessor especial do ministro, assinada pelo chefe da Casa Civil do governo Lula, Rui Costa.

Quando sua demissão foi publicada, em 12 de janeiro, Hildo Rocha disse que havia ficado sabendo dela por meio do Diário Oficial, explicação que pegou mal nos bastidores. Tanto que, depois da declaração, a exoneração dele foi alterada no diário para “a pedido”, ou seja, como se o ex-secretário tivesse pedido o boné.

A volta de Rocha, aliado do ex-presidente José Sarney no MDB do Maranhão, sela a paz entre Jader Filho, também do MDB, e seu agora assessor especial. Interlocutores do ministro dizem reservadamente que pesaram a favor da renomeação de Hildo Rocha apelos vindos do partido.

A exoneração do maranhense da Secretaria-Executiva teve como pano de fundo rusgas com o chefe em torno da distribuição de emendas parlamentares e decisões sobre o “Minha Casa, Minha Vida”.