Um homem identificado como Wilson de Sousa Marinho, que espancou e matou a própria esposa com um tiro cabeça na frente do filho de sete anos, em Estreito, a 756 km de São Luís, recorreu ao suicídio na manhã desta quarta-feira (18).

Wilson Marinho estava foragido desde domingo (15) após matar a esposa Dayara Maia Ferreira Lima, de 26 anos na zona rural do município.

Na manhã dessa terça-feira, ele apareceu na casa do pai de Dayara e teria dito ao ex-sogro que iria se matar.

Usando um revólver, ele atirou contra a própria cabeça e morreu no local na frente dos familiares de Dayara.

Wilson e Dayara viviam juntos há treze anos. Quando eles iniciaram o relacionamento Dayara era adolescente e tinha apenas 13 anos de idade. O casal teve apenas um filho.