Na madrugada deste sábado (2), na abertura do São João de Coroatá, na Praça José Sarney, interior do Maranhão, resultou no assassinato de uma adolescente, identificada como Clara Sousa, de apenas 17 anos.

Clara Sousa, estava acompanhada do namorado, no momento em que houve uma discussão entre ele e um militar reformado da Marinha do Brasil, identificado como José Eustáquio Primo Maia, de 51 anos.

De acordo com informações da Polícia, houve uma discussão entre os dois homens, após o autor dos disparos dar em cima da vítima, quando a discussão foi aflorada, o militar efetuou o disparo, atingindo, assim, a região do tórax da adolescente.

A vítima foi encaminhada para o Hospital da cidade, mas não resistiu a gravidade do disparo, vindo a óbito.

José Eustáquio Primo Maia, foi preso em flagrante e a arma utilizada do crime, apreendida. O militar reformado foi encaminhado para a Delegacia Regional de Codó, lugar em que passará pelos procedimentos cabíveis referente ao ato criminoso, deverá, portanto, responder pelo crime de homicídio.