A gestão do prefeito João Carlos de Buriticupu no interior do Maranhão, é alvo de mais uma investigação, que pode terminar em um desvio milionário de recursos públicos.

Uma investigação iniciada a partir de uma denúncia no Ministério Público do Maranhão, terminou também em uma investigação no Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), através de uma Tomada de Contas Especial (TCE).

O documento assinado pelo procurador de contas, Jairo Cavalcanti Vieira, aponta que a gestão de João Carlos, pagou R$ 1.451.000,00 para a empresa P G Aguiar Vieira e Cia Ltda, inscrita no CNPJ sob o no 27.967.465/0001-72, cujo nome fantasia é Empório Empreendimentos, para compra de veículos no ano de 2022, que segundo a denúncia, nunca foram entregues.

O mais grave, segundo a investigação, é que verificou-se que um único empenho tendo a empresa citada com credora foi anulado. Não sendo localizado, outros empenhos para a empresa. Mesmo diante disso, foi localizado as seguintes transferências bancárias de recursos da conta do Fundo Municipal da Infância e da Adolescência de Buriticupu para a empresa Empório Empreendimentos, que é a empresa contratada:

– 23/03/2022, valor R$ 278.000,00

– 25/03/2022, valor R$ 278.000,00 (pagina 18 do arquivo);

– ⁠- 06/09/2022, valor R$ 447.500,00 (pagina 55 do arquivo);

– 06/09/2022, valor R$ 447.500,00 (pagina 55 do arquivo).

Caso seja comprovado a fraude milionária, esse pode ser mais um escândalo de corrupção que marca a gestão de João Carlos em Buriticupu.