A Polícia Federal deu início, nesta sexta-feira (22), a operação ‘Escamoteio’, que investiga uma organização criminosa responsável por fraudes relacionadas ao uso inapropriado de dinheiro do Auxílio Emergencial. A ordem para busca e apreensão, expedida pelo poder judiciário do Mato Grosso, foi realizada nos municípios de Imperatriz e Açailândia, no Maranhão, respectivamente, e em mais quatro estados do país.

De acordo com a PF, foram cumpridos, no Maranhão e em mais cinco estados, 18 mandados de busca e apreensão e sequestro de bens, quatro mandados de prisão e dois mandados de suspensão de exercício de função pública, deliberados pela justiça do MT. O prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 1,7 milhão.

A ação do grupo criminoso, segundo as investigações, adulterava informações dos clientes, utilizando o aplicativo ‘Caixa Tem’. Os valores acessados eram, então, transferidos para as contas dos envolvidos, que realizavam o pagamento de boletos ou efetuavam saques em terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal. Todos os pagamentos, contudo, são referentes ao primeiro semestre de 2022.