Morreu, na tarde desta segunda-feira (22), o policial militar Allas Vieira Madeira, de 35 anos, que havia sido baleado durante uma tentativa de sequestro, na madrugada desse domingo (21), na cidade de Imperatriz, na Região Tocantina.

De acordo com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), o soldado Allas foi abordado por criminosos quando chegava em casa, no bairro Morada do Sol e levado refém. A mulher do soldado conseguiu avisar a polícia do crime, e os suspeitos foram interceptados na ponte Dom Afonso.

Houve troca de tiros e tanto os suspeitos quanto o soldado foram baleados. Os sequestradores morreram ainda no domingo, ao dar entrada no Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão).

Já o soldado Allas ficou internado na unidade hospitalar em estado grave, mas acabou indo a óbito. O policial, que era lotado no 14° Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Imperatriz, deixa mulher e filha.

Com a morte do PM, chega a nove o número de vítimas de morte violenta registrado, só este ano, em Imperatriz.

A Polícia Civil do Maranhão investiga o caso para saber a motivação do crime e, também, aguarda o resultado da perícia para saber se a bala que atingiu o PM partiu da arma dos policiais ou dos bandidos.

Por meio de nota, o 14º BPM lamentou a morte do soldado. “É com profundo pesar que lamentamos o falecimento do SD PM Allas Viera Madeira. O 14º BPM expressa suas condolências à família e amigos, reconhecendo a imensa perda para a corporação. Que encontrem conforto neste momento difícil.”